DIÁRIO DE BORDO

Materiais simples viram brinquedo e alegria para crianças

Encarar a vida com simplicidade é uma das grandes virtudes da infância. As crianças têm o direto de brincar e não é preciso nenhum elemento complexo para que elas cumpram essa tarefa, necessária e saudável.

 

A Caravana das Artes apresenta diversas maneiras de despertar sorrisos nos pequenos com materiais simples. Uma dos sucessos é do projeto é o barangandão. Apesar do excesso de sílabas, trata-se de um instrumento de fácil manuseio e múltiplas possibilidades.

Felicidade que não cabe no rosto. Atividades tornam dias especiais no municípios.

Felicidade que não cabe no rosto. Atividades tornam dias especiais no municípios.

 

Com jornais enrolados forma-se uma haste, na qual fitas de papel crepom são fixadas com fitas adesivas. Um cordão cuidadosamente amarrado à haste e está pronto o barangandão. As crianças têm a liberdade de inventar a brincadeira e desenvolvem o processo criativo. Em pouco tempo, elas adquirem prática com o novo brinquedo, que também serve de adereço para uma coreografia.

 

“A principio, a gente deixa a criança bem solta, fazendo tudo que ela quer e depois a gente pode criar uma coreografia com o próprio brinquedo. Até mesmo com os movimentos que a criança sugeriu, é importante ter a participação dela”, explica a professora Teresa Oliveira, do Instituto Mpumalanga, uma das educadoras que desenvolve as atividades voltadas para arte no projeto.

 

Essa brincadeira foi um dos grandes sucessos na última etapa da Caravana das Artes, em Igarassu, na região metropolitana do Recife, em Pernambuco. As fitas coloridas foram responsáveis por criar uma atmosfera especial, que podia ser vista, pelos sorrisos, e ouvidas, nas sonoras gargalhadas. O ar inebriante continha simplesmente infância.

Arte é elemento educacional e ajuda na formação de cidadãos

Arte é elemento educacional e ajuda na formação de cidadãos

ESPN

Comentários