DIÁRIO DE BORDO

Nova geração ganha clássicos dos irmãos Grimm por Vinicius Campos

Vinicius Campos é escritor, apresentador infantil e professor na Caravana das Artes. | Foto: Celia Santos/ Instituto Mpumalanga

Vinicius Campos é escritor, apresentador infantil e professor na Caravana das Artes. | Foto: Celia Santos/ Instituto Mpumalanga

Munido de oito clássicos dos irmãos Grimm, o escritor e apresentador infantil Vinicius Campos expressa não somente um novo mundo para as crianças, mas também a possibilidade de um novo futuro para as próximas gerações e de um novo agora para os pais. É com livros que Vinicius Campos busca uma transformação social e seus agentes são as poderosas crianças, donas de uma larga imaginação e sonhos alados. No próximo domingo (8), ele lança o Vinicius Campos Conta Grimm para esse público chamado “nova geração”.

 

“O convite da Editora Melhoramentos foi para recontar os clássicos dos irmãos Grimm fiel às histórias originais, mas para crianças. Alguns contos têm partes violentas que foram tiradas, sempre fiel ao trabalho deles, mas com respeito e cuidado com o público. Também colocando um pouco da minha energia, do meu humor”, explicou.

 

Vinicius Campos é professor da Oficina Jovens Autores, da Caravana das Artes, onde também se aproveita do ilimitado universo da literatura pela educação. “A Caravana é uma possibilidade maravilhosa de levar literatura, estimular a escrita e sensibilizar os jovens para que, através das páginas, eles encontrem ferramentas para transformar o mundo deles. Ver uma luz que os afastem dos problemas e tudo isso em lugares com pouco acesso”, comentou.

 

É justamente nesse potencial transformador dos livros tantas vezes presenciado na Caravana das Artes que Vinicius Campos deposita sua esperança de um ver dilemas sociais sanados, a partir de pessoas mais conscientes e tolerantes. Não é por mera coincidência que os contos escolhidos para o livro tenham mulheres como protagonistas. Fortes como são, e fortalecidas como devem ser vistas – desde a primeira infância.

 

“Eu tive liberdade para escolher os oito contos, todos eles eu tive o cuidado para que as mulheres tivessem um protagonismo maior do que a simples princesa”, ressaltou citando uma das personagens que pede o príncipe em casamento. Esse protagonismo feminino, trabalhado com a sutileza que o público merece, é sim uma forma de combater o preconceito não apenas contra mulheres.

 

“A mulher é vista como inferior. Se mostrarmos na primeira infância que meninos e meninas têm a mesma capacidade, parecer mulher não vai ser motivo de chacota”, pontua, lembrando dos meninos que também sofrem com as comparações de gênero.

Com a Oficina Jovens Autores, Vinicius Campos leva universo literário para diversas cidades do Brasil. | Foto: Celia Santos/Instituto Mpumalanga

Com a Oficina Jovens Autores, Vinicius Campos leva universo literário para diversas cidades do Brasil. | Foto: Celia Santos/Instituto Mpumalanga

 

Os clássicos escolhidos por Vinicius Campos respeitam às histórias originais, com a devida contextualização, pois foram escritos no século XIX pelos irmãos alemães. “Quando a gente lê um clássico, tem que explicar que foi escrito há muitos anos. Fazer uma contextualização, assim a criança cresce com horizontes mais abertos, capacidade de compreensão de texto maior”, explica o escritor.

 

O livro Vinicius Campos Conta Grimm é voltado para crianças que estão começando ou ainda não entraram na fase de alfabetização, portanto traz consigo outra proposta: a leitura entre pais e filhos. Ela não só ajuda nesse processo de contextualização dos contos, como também abre um precedente para estreitar os laços familiares. Essa aproximação é também uma forma sensível educar.

 

“Crianças que escutam histórias contadas pelos pais têm maiores chances de se tornarem leitores no futuro”, afirmou pausadamente, como quem já repetiu a frase muitas vezes. “Hoje os pais colocam qualquer tipo de tela na mão da criança para ela se distrair. A literatura nessa fase tem que ser feita na presença dos pais. É um momento de intimidade entre pais e filhos, eles descobrem coisas interessantes para os dois”, reforçou, lembrando que a literatura também é alento para o estresse do trabalho dos adultos.

 

O próprio Vinicius Campos não teve uma infância tão próxima dos livros. Apesar da grande participação dos pais dedicados na sua educação, Vinicius se lembra dos livros acomodados intactos no maleiro do guarda roupa. É como se houvesse alguma orientação para que fossem mantidos “fora do alcance das crianças”. Um deles, no entanto, escapou ao destino empoeirado para compor o imaginário do pequeno Vinicius. Hoje, ele se lembra com saudosismo da edição de João e Maria, lida e relida tantas vezes que as interpretações mudavam a cada mergulho na história.

 

Vinicius Campos Conta Grimm é uma oportunidade de educar pela literatura fazendo uso de clássicos sem deixar de lado questões sociais importantes na formação de uma nova geração. Histórias que habitam o imaginário das pessoas ao longo dos séculos e que sempre poderão ser recontadas para afastar a poeira de nossas próprias gerações e abrir um novo livro de pensamentos.

 

9788506070284.MAIN_.jpg-300x280

Vinicius Campos Conta Grimm

Editora Melhoramentos

Lançamento: Livraria da Vila – Rua Fradique Coutinho, 915.
Data: 8 de outubro, às 16 horas.

Comentários